Somos a Amafibra,a primeira empresa planejada para produção do substrato de fibra de coco, com 100% da matéria-prima em sua composição. Nossa companhia pertence ao Grupo Sococo e é o resultado de 4 anos de pesquisa de como reaproveitar os resíduos dos frutos utilizados na produção de derivados da indústria Sococo e de como preservar o Xaxim, planta típica amazônica, destinada à jardinagem e floricultura. O nosso primeiro substrato de pronto uso foi lançado no ano 2000, nos tornando assim a primeira empresa brasileira a desenvolver formulações de substrato.

Os substratos GOLDEN MIX são considerados um produto premium em todo mundo. Produzidos por nós da Amafibra, possuem alta qualidade e mantém o mesmo padrão em todo produto final. Isso porque utilizamos a matéria-prima da nossa empresa mãe – a SOCOCO – e assim, obtemos o controle total de nossa produção, não necessitando recorrer a matéria-prima de outros fornecedores.

Em nossa cartela de exportação, temos cerca de 10 países que utilizam os produtos GOLDEN MIX, desse modo, enfatizando a aceitação de um produto diferenciado, com forte apelo ecológico e produção 100% renovável. Entre nossos clientes externos estão  Estados Unidos, México, Chile, Peru, Itália, Equador e Argentina.

NOSSA MISSÃO

Nossa missão é produzir substratos de alta qualidade para os diversos setores agrícolas, potencializando ao máximo as qualidades genéticas das sementes e que atendam as todas as expectativas de alta performance na produção de mudas e na produção de alimentos no sistema semi-hidropônico em ambiente protegido (estufas).

NOSSOS VALORES

Contribuir com o respeito ao meio ambiente, reduzindo assim a utilização de produtos químicos por se tratar de cultivos em substratos em ambientes protegidos.

UTILIZAÇÃO

Os substratos à base de fibra de coco pode ser utilizados em diversas culturas agrícolas. São 18 formulações diferentes que podem ser utilizadas em mudas e vasos para os seguintes cultivos:

– Hortaliças folhosas (alfaces, rúculas, agrião etc);

– Hortaliças de frutos (tomate, morango,  pimentão e brócolis);

– Mudas de café;

– Mudas de cítricos (limões e laranjas);

– Mudas de espécies florestais (eucalipto, pinus e plantas nativas);

– Flores em vasos e de corte;

– Mudas de tabaco;

– Sistemas semi-hidropônico de hortaliças em estufas;

– Orquídeas em vasos.

CENTRO TÉCNICO DE PESQUISA

O Centro Técnico de Pesquisas da Amafibra foi inicialmente montado para pesquisar a fibra de coco e seus derivados. Atualmente, faz monitoramentos de padrões de qualidade dos produtos de fábrica, incluindo análises químicas, físicas e agronômicas, além de ser responsável por efetuar treinamentos e orientação técnica a clientes e, também,  potenciais usuários da fibra de coco em todo país.

PRESERVAÇÃO DO XAXIM

O Xaxim é um conjunto de pequenas raízes formando um pedaço de “tronco” que pode ser comercializado no formato de vasos, placas ou desfibrado (pó de xaxim). Sua utilização é destinada à jardinagem e floricultura. A planta, que pertence à família das samabaias, está listada como uma das espécies em extinção devido à extração indiscriminada.

Devido a sua intensa exploração comercial, o xaxim possui sua comercialização como ilegal desde 24 de maio de 2001, através do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente). A resolução n. 278, determina em seu Artigo 1 a proibição do corte e exploração dessa espécie em populações naturais do bioma Mata Atlântica.

Nós vamos além dos substratos de qualidade, também somos tecnologia e preservação ambiental.